♪♪ = Música & Arqueologia?

. quinta-feira, 25 de junho de 2009

Flauta de 35 mil anos é mais antigo instrumento musical do mundo

Primeiros humanos modernos da Alemanha produziram instrumentos.
Matéria-prima foi osso e marfim; para pesquisadores, é a origem da música.

Reinaldo José Lopes Do G1, em São Paulo

A asa de um abutre e presas de mamute serviram de matéria-prima para produzir os mais antigos instrumentos musicais do mundo, afirma um estudo na edição desta semana da revista científica "Nature". São flautas encontradas em cavernas do sudoeste da Alemanha, testemunhas de uma aparente explosão de criatividade que tomou conta dos primeiros seres humanos a colonizarem a Europa.



As flautas de osso (a mais completa e bem preservada) e de marfim foram encontradas e analisadas pela equipe de Nicholas J. Conard, arqueólogo da Universidade de Tübingen (Alemanha) que é um dos maiores especialistas nessa aparente Semana de Arte Moderna que aconteceu há cerca de 35 mil anos, na Europa da Idade do Gelo.

Depois de remontada, a flauta de osso de abutre revelou ter quase 22 cm de comprimento (embora ela não esteja inteira, até onde os pesquisadores podem estimar; pode ser que ela fosse ainda mais comprida). Com cinco buracos para os dedos, os arqueólogos estimam que ele pudesse produzir uma variedade de notas tão grande quanto a da maioria das flautas modernas.


Antes da descoberta, alguns pesquisadores tinham proposto que os neandertais, nossos parentes extintos mais próximos, também tinham tradições musicais. No entanto, os instrumentos alemães apresentam a primeira prova inequívoca da existência de música entre seres humanos modernos ou seus parentes. Na mesma época, artes como a pintura e a escultura também estavam emergindo na Europa.

3 comentários:

Abner Pereira disse...

O mundo não tem 35.000 anos. ^^

Gesiel disse...

Bah,
que legal que vc puxou essa discussão.

A ciência descobre uma coisa e anos depois percebem q foi mais um erro nos seus cálculos taxados "procedimentos normais da ciência".
Bom, eu nunca entendi os processos do Carbono 14, Meia-vida, radiação de C-14, que são usados para calcular o tempo de vida daquele fóssil...
Hoje, a ciência entede q esse meio é eficaz para o cálculo da idade, mas, como já disse, em todo tempo os livros escolares são alterados por alguma alteração nas descobertas científicas.

Quem mais defende essas datações são os carinhas de Darwin, pois facilita explicar a evolução se o mundo tem mais de 4milhões de anos,(muito longe dos 6mil) e, se é do Darwin, não é de nós, criacionistas, ou, pelo menos, que cremos que Deus criou o homem.

Aos poucos, as teorias evolucionistas vão caindo, um exemplo é sobre o apêndice, lembra cara? Tudo mudou agora: Darwin estava errado. O apêndice é muito mais do que apenas um remanescente evolutivo...

A Bíblia deixa tb muitas coisas sobre a criação para entendermos pela fé, e é assim que cremos. Tem um físico, Russ Humpreys, que tem vídeos muito esclarecedores usando a ciência para explicar essas datas da Bíblia.

Um grande feito seu, seu Abner, seria colocar legendas, e praticar seu inglês, para esses vídeos. É legal tb q ele aborda de maneira simples para leigos como nós, sobre a questão do tempo da luz das estrelas chegar até nós, entre outras coisas.
Esse é o primeiro vídeo de uma série de 6, se não me engano.

http://www.youtube.com/watch?v=QCVwxNDPTHY&feature=related

Abraço.

Gesiel disse...

Outra coisa... ainda sobre datas, evolução, etc...

Lembra que na escola víamos, ou eu vi, que sou um pouquinho mais velho, que a vida na terra se formou nos oceanos?? Até a Globo passou uma série no Fantástico sobre os animais migrando vagarosamente do mar para a terra.
Pois é, a pouco tempo, os próprios evolucionistas decidiram que "não foi bem assim", pois encontraram erros em suas explicações e precisam rever isso... Lembra das ilustrações do embrião? Ainda tinha nos meus livros didáticos, e ainda deve ter nos de hoje... aquela que mostrava um feto, primeiramente com formato de peixe e depois se assemelhando ao de um humano... pois é, com as técnicas atuais de ultrassom, podemos ver que isso foi inventado pelos evolucionistas.
A ilustração não tem nada a ver com as fotos reais tiradas pelos aparelhos modernos.
Isso é mais uma prova d ainda teremos q jagar muitos livros fora para reparar erros desses caras.
Mas uma coisa é certa: "A Palavra do Senhor permanece para sempre".

Menu

Postagens Recentes

Quem está Online?

Vídeo

Vou sempre colocar aqui algum vídeo musical interessante que eu encontrar no youtube. Esse é o terceiro vídeo que coloco aqui, o The Voca People que estarão aqui em Porto Alegre, direto de Tel Aviv: