♪♪ = Um bela história

. segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Guilhermo Santiago nasceu na penúltima cidade do Rio Grande do Sul antes da fronteira com a Argentina - Herval do Sul.

Seu pai fazendeiro gostaria de ter no filho um futuro administrador de seus negócios, no entanto o menino se apaixonou pela música ao ver uma flauta que sua mãe lhe mostrou, depois de ter ficado impressionado com o seu som num programa de TV.

Em suas incursões pelos matagais apaixonou-se pelos sons dos passarinhos, e acabou por fazer ele mesmo uma flauta com as próprias mãos utilizando bambu, e assim imitava os sons da natureza. Aos 14 anos comunicou ao seu pai que iria seguir a carreira de músico recebendo imediatamente a ameaça de que se assim o fizesse teria que sair de casa.

Ato contínuo abandonou sua casa e seguiu para a cidade de Pelotas com um violão e uma flauta quando então se tornou mendigo de rua por um ano dormindo na rodoviária, sem abandonar seu sonho.
Recebia algumas moedas tocando nas ruas da cidade, e após este período pôde, com algumas economias, morar em um quarto de pensão com mais seis pessoas. Formou um conjunto musical com alguns amigos, tocava em barzinhos e bailes para seu sustento, fazendo da arte dos sons o seu ofício.

Mas este é só o começo de uma história extraordinária de uma pessoa que considera a música como uma ferramenta importantíssima na sociedade, e não só como sinônimo de entretenimento. Depois de viajar por diversos países da América do Sul, pesquisando sons e comportamento, foi morar por dois anos com tribos indígenas no alto Xingu e na Ilha do Bananal, dando continuidade às suas pesquisas de comportamento e observou como por meio da música eles poderiam aprimorar qualidades e corrigir defeitos.

Conheci Guilhermo em uma palestra que realizei na Bahia, que foi precedida por outra do nosso personagem. Fiquei fascinado ao vê-lo colocar o público, após 20 minutos de preparação, tocando o tema da Nona Sinfonia, de Beethoven, com garrafas de água, fazendo o mesmo com o Bolero, de Ravel.
Mais do que a realização das peças, fiquei impressionado como ele consegue usar a música como ferramenta para ampliar a percepção de uma pessoa, ou de um grupo, e dar a eles uma noção clara de como fazer uma escolha na vida.

Hoje o antigo mendigo de Pelotas realiza palestras internacionalmente, continua estudando o comportamento humano, especialmente em sociedades mais primitivas, transmitindo experiências que acabam por surpreender àqueles que têm a oportunidade de assisti-lo, participando interativamente dos seus exercícios.

Ao mesmo tempo passou a ter mais um padrinho em sua trajetória de vida – este maestro (e ex-pianista teimoso), que é também colunista da Gazeta Mercantil, e que a cada dia acredita mais do que nunca na frase: "A música venceu".

Dois anos depois de ter "saído" de casa, para lá voltou especialmente para "agradecer" ao pai, mostrando a ele que uma vocação jamais poderia ser abortada na procura da realização de um sonho pessoal.

O pai, arrependido, aprendeu a lição.

Contrariando a vontade do pai, Guilhermo Santiago, se dedicou de corpo e alma a sua vocação musical (Gazeta Mercantil/Caderno C - Pág. 11)
Créditos para: (João Carlos Martins - Regente titular da Bachiana Filarmônica e diretor da Faculdade de Música da FMU).

6 comentários:

Anônimo disse...

Quem quiser ver o o pessoal tocando a nona sinfonia de Beethoven vá até o site:http://br.youtube.com/user/ceciliro

gEsiEl vArgAs disse...

Que "pessoal" é esse, amigo?

Anônimo disse...

são os participantes do congresso que não sabiam da atividade

Anônimo disse...

ahahaaa

Guilhermo Santiago disse...

Ola Gesiel...

Meu nome é Guilhermo Santiago e você postou o artigo acima que o maestro João Carlos Martins escreveu inspirado em minha história de vida.
Fiquei comovido ao saber que outras pessoas (no caso você) se interessou a ponto de colocar em seu Blog.
Quero agradecer essa atitude e dizer que estou a seu dispor para qualquer dúvida ou curiosidade que tenhas.

Grande abraço

Guilhermo

PS: Tenho uma página na internet.
www.guilhermosantiago.com

Gesiel disse...

Guilhermo,

Fiquei muito feliz por você ter lido meu blog e mais feliz ainda por conhecer um pouquinho de sua história de vida e saber que você alcaçou seus sonhos.

Entrei eu seu site e achei muito interessante o denvolvimento humano através da música ali abordado. Aqui próxima a minha cidade existe o curso de Musicoterapia que se aproxima desse fundamento.

Obrigado pela visita

Abraço

Menu

Postagens Recentes

Quem está Online?

Vídeo

Vou sempre colocar aqui algum vídeo musical interessante que eu encontrar no youtube. Esse é o terceiro vídeo que coloco aqui, o The Voca People que estarão aqui em Porto Alegre, direto de Tel Aviv: