♪♪ = No Site da Funarte

. quarta-feira, 21 de maio de 2008

Funarte difunde música de coral brasileira pela internet

Agência Brasil

BRASÍLIA - A Fundação Nacional de Artes (Funarte) abriu um canal de acesso em sua página na internet para a difusão da música de coral do Brasil, com os mais importantes autores do século 20, entre músicos, poetas e arranjadores.

Na página tem as letras em português e em inglês, as partituras e a expressão sonora das obras em MP3, inclusive com a linguagem fonética universalizada, para que a pronúncia seja entendida em qualquer parte do mundo na sua forma original.

De acordo com a Funarte, em geral, na música erudita, a execução é sempre feita no idioma de origem, daí a iniciativa de oferecer um arquivo completo.

O coordenador de Música Erudita da fundação, Flávio Silva, informou que vão ser também disponibilizadas obras para bandas, mas em outra etapa.

Dezenas de compositores consagrados como Almeida Prado, Gilberto Mendes, Ronaldo Miranda e Ricardo Tacuchian estão com seus trabalhos expostos na página.

Segundo Flávio Silva, o oferecimento, de forma gratuita, por via digital, do acervo brasileiro de músicas para corais, vai permitir a difusão dos autores brasileiros, uma vez que a música para coral desperta interesse em todo o mundo.

O trabalho realizado pela Funarte foi idealizado com o apoio da Petrobras, sendo "a mais importante realização no gênero desde o esforço desenvolvido por Villa-Lobos (Heitor, maestro e compositor) na década de 30 e 40 para divulgar a música erudita brasileira", de acordo com o coordenador.

No momento, estão disponíveis no site http://www.funarte.gov.br/ 77 partituras que abrangem desde arranjos sobre motivos folclóricos a obras originais de compositores brasileiros de diversas tendências.

Esse trabalho, segundo Flávio Silva, está intimamente associado a uma série de cursos de curta duração que estão começando em todo o Brasil, visando o preparo de regentes de corais e de coralistas.

A difusão de autores brasileiros pela rede de computadores, segundo prevê Flávio Silva, permitirá que sejam requisitados no mercado mundial da música.
De acordo com Silva, a Funarte se preocupou em não incluir no acervo obras dotadas de dificuldades técnicas para a execução.

- Com o passar do tempo, poderemos incluir obras mais sofisticadas. A experiência, no momento, é um balão de ensaio para a disponibilização futura de um acervo mais abrangente.

No campo das bandas, Silva informou que a fundação vai começar incluindo uma série com 20 partituras. São obras que ainda estão em outros idiomas e vai ser preparado o texto explicativo, rítmico e com detalhes sobre interpretação.

Menu

Postagens Recentes

Quem está Online?

Vídeo

Vou sempre colocar aqui algum vídeo musical interessante que eu encontrar no youtube. Esse é o terceiro vídeo que coloco aqui, o The Voca People que estarão aqui em Porto Alegre, direto de Tel Aviv: