♪♪ = Primeira Gravação?

. segunda-feira, 31 de março de 2008
5 comentários

Na aula História da Música I, UFRGS, o Professor falou das primeiras gravações em acetato, o Colega Carlos Eduardo pequisou e aqui reproduzo sua pesquisa:

Sexta, 28 de março de 2008, 16h58

Especialistas dos EUA encontram mais antiga gravação de voz

Will Dunham

Historiadores de registros sonoros norte-americanos localizaram e conseguiram executar a gravação de uma canção folclórica realizada por um inventor francês em 1860 —a mais antiga gravação de som conhecida, realizada 17 anos antes de Thomas Edison inventar o fonógrafo.
"É mágica", disse David Giovannoni, um dos historiadores, na quinta-feira. "Como ouvir um fantasma cantando."

Com duração de 10 segundos, a gravação mostra uma pessoa cantando "au clair de la lune, Pierrot repondit" ("à luz da Lua, Pierrô respondeu"), parte de uma canção francesa, de acordo com o First Sounds, um grupo de historiadores do registro sonoro, engenheiros de gravação, arquivistas de áudio e outros profissionais dedicados a preservar as mais antigas gravações sonoras humanas.

A gravação foi realizada em 9 de abril de 1860 pelo inventor parisiense Edouard-Leon Scott de Martinville, em um aparelho que ele chamou de "fonautógrafo", que gravava ondas sonoras em uma folha de papel escurecida pela fumaça de uma lâmpada a óleo, disse Giovannoni.

O pesquisador disse ter sido informado em 1o de março sobre a existência do registro, em um arquivo de Paris, e viajou à capital francesa uma semana mais tarde. Especialistas que trabalham com o grupo First Sounds então transformaram as ondas registradas no papel em sinais sonoros.

"Isso é importante de muitas formas", disse Giovannoni em entrevista telefônica. "Não reduz de maneira alguma as realizações de Thomas Edison. Ele continua a receber crédito como a primeira pessoa a ter registrado sons por meios mecânicos."

"Mas a verdade é que ele foi a primeira pessoa a registrar som e conseguir reproduzi-lo. Havia muita gente trabalhando em projetos semelhantes ao de Scott, entre as quais Alexander Graham Bell, que realizou experiência com representações visuais do som antes que Edison inventasse um método de reproduzir os sons registrados", disse Giovannoni.

A gravação será apresentada na sexta-feira em uma conferência da Association for Recorded Sound Collections, na Stanford University, Califórnia, disse Giovannoni. A gravação pode ser ouvida em firstsounds.

♪♪ = Música e Carreira?

. domingo, 30 de março de 2008
5 comentários

Informações retiradas do Guia de Profissões do portal G1

Músicos:

O que faz?

O músico profissional pode atuar em várias áreas como: escolas de música e universidades (para formados em Licenciatura), bandas, orquestras, orquestras de peças teatrais, bandas de igrejas, corais, composições, bares, casas noturnas, pesquizas, entre outras atividades.

Músicos no Brasil

Segundo o Conselho Federal da Ordem dos Músicos do Brasil, há cerca de 800 mil músicos profissionais no Brasil, mas nem todos possuem diploma de curso superior, já que essa não é uma exigência para que o profissional possa atuar.

Salários

Não há um piso salarial nacional para os músicos. O que existe são tabelas elaboradas pelos sindicatos dos músicos de cada estado com tabelas de referência para trabalhos eventuais, gravações de jingles, CDs, apresentações ao vivo, regência de corais, etc.

Cursos no País

Segundo dados do Ministério da Educação (MEC) de 2006, há 42 cursos superiores de formação de professor de música (licenciatura); 48 cursos de graduação em música como bacharelado; quatro só de instrumento e três só de composição e regência.

♪♪ = Música e sua Graduação?

.
0 comentários

A profissão e a formação em música foram o tema do Guia de Carreiras do G1 desta terça-feira (25/03/08).

Candidato à faculdade de música tem que ser 'alfabetizado musicalmente' - Uma grande parcela de interessados no curso de musica não sabem que os cursos superiores de música são de aprofundamento e não ensinam o aluno a tocar. Além dos vestibulares tradicionais, candidatos fazem prova de habilidades específicas.
Estudar música em um curso superior exige domínio da área desejada. Isso porque, na maioria dos casos, para ser aprovado na faculdade o candidato precisa passar pelos exames tradicionais do vestibular e também pela prova de habilidades específicas - consideradas 'filtros' da seleção.

Geralmente a 'porta de entrada' dos músicos na universidade é a prova de habilidades específicas, pois é lá que serão avaliados os detalhes técnicos do candidato. O vestibulando não pode pensar que ele vai entrar na faculdade de música sem ter a mínima noção sobre música. E isto está bem claro nos editais e manuais do canditado de cada universidade.

Segundo Fernando Fiorini, coordenador de graduação do Departamento de Música da Unicamp, a prova de habilidades é bastante específica e muito criteriosa. "O candidato precisar ter pelo menos uns cinco anos de experiência. Ele precisa saber tocar muito bem para ser aprovado", explica o professor, que acrescenta que o curso superior funciona como uma pós-graduação, já que o músico não vai aprender a tocar na faculdade. Segundo os professores, os alunos fazem algumas disciplinas básicas em conjunto, como história da música, percepção e leitura, harmonia e contraponto. As aulas específicas e de aprofundamento geralmente são ministradas individualmente. Os alunos também podem cursar disciplinas optativas.


Não é diferente na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para o curso de música. Portanto, se você quer ter o diploma de curso superior em Música é bom se preparar e começar dando uma olhada no site das universidades que, geralmente têm informações sobre o conteúdo das provas de habilitação específica. Este é o site da UFRGS (clique aqui) entre e informe-se, ou ainda entre no site do Instituto de Artes.

Se você quiser testar como estão os teus conhecimentos musicais e saber se passaria para o curso superior de música, opte por fazer o download de provas do vestibular de música da Unicamp. Ou pode ver a prova de música do último vestibular: prova de aptidão 2007.

Fonte: portal G1, site da UFRGS, site da UNICAMP.

♪♪ = Música e Surf?

. quarta-feira, 26 de março de 2008
1 comentários


O compositor gaúcho Dimitri Cervo (meu professor da cadeira de Percepção na UFRGS) acompanhou na quarta-feira passada a apresentação de sua obra para piano e cordas chamada Aiamguabê pela Camerata Florianópolis, em um concerto na capital catarinense em homenagem aos 80 anos do grande compositor Edino Krieger.


Antes, em Aracaju, Cervo ouviu sua composição Canauê ser executada no concerto de abertura da temporada da Orquestra Sinfônica do Sergipe, ao lado de obras de Igor Stravinsky e Camargo Guarnieri.

Tá, mas o que tem a ver a foto de surfe aí do lado com esse papo de música clássica, pergunta-se o intrigado leitor. Responde o colunista: é que Cervo é um caso raro de compositor erudito surfista, que pratica há oito anos a arte de deslizar sobre as ondas. Aliás, foi no entremeio de períodos de surfe e improvisações ao teclado que o músico compôs neste verão Uguabê, peça para piano e cordas que terá sua estréia neste ano pela Orquestra de Câmara da Ulbra. -

"Quem sabe minha próxima obra seja Stravinsky Surfando nos Mares do Sul" - brinca Cervo.
Fonte: zerohora

♪♪ = Música e Saúde 3?

. sexta-feira, 21 de março de 2008
8 comentários

Música de Mozart ajuda a curar doenças graves, dizem pesquisadores.

da Ansa, em Londres


Especialistas do Instituto de Neurologia de Londres afirmam que a música de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) pode funcionar melhor que remédios tradicionais no tratamento de diversos males, até mesmo de doenças complexas como a epilepsia.

Segundo artigo publicado nesta quarta-feira (19) no jornal inglês "Independent", os pesquisadores suspeitaram das qualidades terapêuticas da obra do compositor austríaco quando trataram um paciente de 46 anos que sofria de graves ataques epilépticos e não havia reagido bem a sete tipos de terapias (à base de remédios avançados), e nem mesmo a uma intervenção cirúrgica no cérebro.

Após uma acentuada e inexplicável melhora, os médicos descobriram que o paciente havia começado a escutar a música de Mozart durante cerca de 45 minutos por dia e que seu bem-estar vinha deste novo hábito.
A Universidade de Illinois (Estados Unidos) também relatou, após o caso do paciente inglês, uma situação parecida envolvendo uma criança portadora da síndrome de Lennox-Gastaut (variante rara da epilepsia).
Inteligência

Seguindo os indícios, os médicos descobriram que "doses" de Mozart aumentariam a capacidade matemática e visual, reduziriam o estresse e dores de artrite, além de produzir efeitos positivos no coração e em fetos, no caso de gravidez (estimulando o cérebro do bebê).
Em testes com ratos e carpas, verificou-se melhora no senso de orientação e humor (especialmente com as notas de "Eine Kleine Nachtmusik") - veja o vídeo abaixo.




A causa dos efeitos ainda não é tão clara, mas muitos especialistas afirmam que a zona do cérebro que recebe e processa a música é a mesma da percepção espacial, por exemplo. Os estímulos provocados pela complexa e refinada música de Mozart, sobretudo a sonata K448, teriam, portanto, um impacto benéfico na massa cinzenta, organizando e estimulando células nervosas precárias, em um processo comparável a impulsos elétricas.

Em testes com voluntários humanos, verificou-se que, ao escutar a sonata K448 para dois pianos, o quociente de inteligência do grupo cresceu entre oito e nove pontos. Pacientes que foram expostos à sonata de Mozart durante dez minutos conseguiram melhorar sua coordenação motora, em atividades como corte e dobra de papel. Sobre a exclusividade da música de Mozart, e não de outros compositores, os médicos arriscam que as composições do austríaco trazem uma peculiar técnica de construção musical, baseada em temas circulares com intervalos fixos e variações moduladas do motivo principal.



Tire alguns minutinhos de sua vida e experimente escutar a sonata K448 ou a conhecidíssima Eine Kleine Nachtmusik (não precisa fazer dobraduras em papel depois, haha...) e verá a sensação maravilhosa de bem-estar. Que aprendamos a admirar a música clássica.


Leia mais sobre o assunto em: Veja e BBC Brasil.

Veja mais sobre assuntos relacionados:

♪♪ = Música e Física?

.
5 comentários

Frequência é uma grandeza física associada a movimentos de característica que indica o número de revoluções (ciclos, voltas, oscilações, etc) por unidade de tempo. Alternativamente, podemos medir o tempo decorrido para uma oscilação. Este tempo em particular recebe o nome de Período. Uma onda em física é uma perturbação oscilante de alguma grandeza física no espaço e periódica no tempo. A oscilação espacial é caracterizada pelo Comprimento de onda e a periodicidade no tempo é medida pela Freqüência, que é o inverso do seu período. Estas duas grandezas estão relacionadas pela Velocidade.
Nota musical é o termo empregado para designar o elemento mínimo de um som, formado por um único modo de vibração do ar. Sendo assim, a cada nota corresponde uma duração e está associada uma frequência, cuja unidade mais utilizada é o Hz (hertz), a qual descreverá em termos físicos se a nota é mais grave ou mais aguda. Lembrando que o som fisicamente é uma onda (ou conjunto de ondas) que se propaga no ar com uma certa freqüência, sendo que se essas ondas estiverem com a freqüência na faixa de 20Hz a 20.000Hz, o ouvido humano será capaz de vibrar à mesma proporção, captando essa informação e produzindo sensações neurais, às quais o ser humano dá o nome de som.

Tabela de Frequências, Períodos e Comprimentos de Onda relacionados às notas musicais.

Clique na imagem da tabela para ampliá-la

Frequência:

Período: Comprimento de Onda:


♪♪ = Posso ser componente da Orquestra?

. domingo, 16 de março de 2008
1 comentários



Cada vez mais bandas, marciais, escolares, municipais, militares, fanfarras, etc, vêm mudando suas características, agregando novos instrumentos, novos formatos, arranjos mais harmonizados e se transformando em Orquestra de sopros.

Foi o que aconteceu com a Clarins de Sião Orchestra em meados de 2006, quando foi introduzida a "filosofia", até então desconhecida por muitos, do formado orquestral para naipe de sopros. Ao longo do período a Orquestra recebeu instrumentos percussivos e hoje ela conta com naipes de flautas transversas, clarinetas, escaletas, trompetes, trombones, horns, trompa, souzafone, sax alto, sax soprano, sax tenores e percussão.

Neste último sábado estivemos nos apresentando na formatura dos Bacharéis em Administração da Ulbra Gravataí no teatro do SESI/FIERGS com a participação de cantores convidados. Executamos, na formação da mesa, uma composição minha; na entrada dos formandos, a música tema do filme missão impossível, além do Hino Nacional, Hino da Ulbra, Hino Rio-grandense e o "granfinale" com a música Oh Happy Day!.

E, se você deseja aprender a tocar algum instrumento para integrar a Orquestra, desde o dia 11 de Março de 2008 estão abertas as inscrições para as aulas de música. As inscrições acontecerão até o dia 04 de abril de 2008, pois no dia 05 de Abril, sábado, 8h30min, as aulas começarão. Inscreva-se ou solicite informações via formulário abaixo.
Nome e Telefone:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:





♪♪ = Ouvido Absoluto?

. domingo, 9 de março de 2008
2 comentários

Ouvido Absoluto e ouvido Relativo:

Este é um assunto que sempre gera muita polêmica, no meio artístico, mas, principalmente, dentro da comunidade científica, pois apesar de muitas pesquisas realizadas ainda não está suficientemente esclarecida a origem dessa habilidade, a qual trataremos de expor a partir de agora.

O ouvido absoluto proporciona ao seu portador a capacidade de reconhecer com extrema precisão a freqüência característica de cada som, possibilitando-o nomear tons específicos, assim como entoá-los isoladamente, sem a necessidade de recorrer a quaisquer parâmetros.

O músico portador de tal habilidade pode ouvir detalhes e ater-se a cada som puro, bem como perceber formas e estruturas sonoras diversas. A questão do ouvido absoluto ser um "dom inato" ou uma habilidade adquirida através de treinamento sistemático, ainda não foi resolvida. Cientistas, psicólogos, educadores musicais e músicos apresentam opiniões divergentes quanto a este assunto, por ser a habilidade em si difícil de ser avaliada pelos critérios comumente utilizados.

Contrariamente à polêmica encontrada em relação ao ouvido absoluto, a capacidade de reconhecer sons musicais através da utilização do ouvido relativo é amplamente difundida e reconhecida.

O ouvido relativo, por realizar uma audição mais abstrata, é capaz de perceber formas e estruturas musicais, como também realizar diversos tipos de relações. Quaisquer padrões estruturais sonoros, independentemente dos níveis de complexidade, são discernidos através da audição relativa.

A audição relativa, por necessitar de referenciais, consegue, a partir de uma elaboração intelectual, absorver o sentido total de uma peça musical, e a audição absoluta possui, biologicamente ou através do treinamento e aculturação, uma memória aural fixa, codificada e armazenada de forma que seu possuidor pode recuperar imediatamente a designação do som ouvido.

Um treinamento musical auditivo prolongado e sistemático, possibilitará ao músico que possui ouvido relativo, desenvolver a percepção absoluta dos sons e mesmo a adquirir a audição absoluta. Ao contrário, o indivíduo possuidor do ouvido absoluto pode, pela ausência de estímulos e treinamento, enfraquecer ou vir a perder esta capacidade.

fonte: revista arte on-line.

Como sugestão do Prof. Dimitri Cervo (Percepção - UFRGS) instalei o programa GNU Solfege. É um programa free que testa sua habilidade em reconhecer intervalos melódicos ou harmônicos descendentes ou ascendentes, ou ainda acordes, escalas e muito mais. É muito interessante para se treinar o ouvido. Com apenas 17Mb vc pode baixá-lo gratuitamente no site audioware.

♪♪ = Pérolas do Vestibular

. sábado, 8 de março de 2008
3 comentários

Recebida via e-mail do pessoal da Fecors a uns 5 anos atrás:

Pérolas colhidas nos vestibulares de música.

1. Bach está morto desde 1750 até os dias de hoje.

2. Häendel era meio alemão, meio italiano e meio inglês.

3. Beethoven escreveu música, mesmo surdo. Ele ficou surdo porque fez música muito alta. Ele caminhava sozinho pela floresta e não escutava ninguém, nem a Pastoral, uma mossa que poderia ser a sua Amada Imortau einspirou ele criar uma sinfonia muito romântica. Ele faliu em 1827 e maistarde morreu por causa disto.

4. Uma ópera é uma canção que dura mais de duas horas.

5. Henry Purcell é um compositor muito conhecido, mas até hoje ninguém ouviu falar dele.

6. O Bolero de Ravel foi composto pelo Ravel.

7. A harpa é um piano pelado.

8. Opus Póstuma é música composta quando o compositor compôs depois de morto.


9. Mozart morreu jovem. Sua maior obra é a trilha do filme “Amadeus”.

10. A importância de Tristão e Isolda reside no fato de que é uma música muito triste. Mais triste que a Tristesse, de Schopping.

11. Virtuoso no piano é um músico com muita moral.

12. Os maiores compositores do romantismo são Chopin, Schubert e Tchaikovsky. No Brasil, temos Roberto Carlos e Daniel.

13. Música cantada por duas pessoas é um duelo.

14. Eu sei o que é um sexteto, mas não sei dizer.

15. Carmen é uma ópera e Carminha Burana é sua filha.

16. Muitos pesquisadores concordam que a música medieval foi escrita no passado.

17. A ópera mais romântica é a Paixão de Mateus por Bach.

18. Tem dois tipos de cantatas de Bach: as Cantatas religiosas e as Cantadas di Profanação, que ele usou no palácio.

19. Meu compositor preferido é Opus.

20. Chopin fez poucas baladas, pois sofria de tuberculose. Assim, não dava para ele cair na gandaia à noite, dançar, beber e curtir as minas, mais parece que ele não era chegado.

21. Cage inventou os quatro minutos de silêncio.

22. Há uma espécie de corais feitos por Bach, que se chamam Florais e são usados como remédios milagrosos.

23. Messias é uma missa de Handel cuja originalidade é ter muitas aleluias.

24. Os menestréis e trovadores transmitiam notícias e estavam nas festas. Andavam de cidade em cidade, de castelo em castelo e iam até nos shows deTV.

25. O regente de uma orquestra é igual a um guarda de trânsito maluco porque agita os braços controlando muitos instrumentos na sua frente.

26. Os compositores renascentistas reviveram a música, pois ela havia sido morta pela Inquisição.

27. As Fugas de Bach são famosas porque ele não queria ficar preso em nenhum sistema.

28. A música eletroacústica é a mais avançada das tendências da música eletrônica hoje em dia. Seus principais compositores são os DJs e a banda Craftwork.

29. Handel compôs muitas peças geniais para couro.

30. Música atonal é aquela sem som ou que explorou o não-som, mais ou menos quase um anti-som. Seus mais importantes criadores são da família Berg:Schoenberg, Albanberg e Weberg.

♪♪ = Onde encontrar Midis?

. domingo, 2 de março de 2008
5 comentários

1- Use a "Pesquisa Google" no cabeçalho deste blog, ou ainda outros sites de busca da internet como o cadê, aonde e muitos outros - digite midi e encontrará muitos lincks, ou digite o nome da música/artista entre aspas+midi.
Ex. "vineyad"+midi.

2- Pode-se acessar sites de busca especializados em MIDIS como o Portal Midi.

3- E, ainda, use programas de compartilhamento de arquivos como o “emule”, “limeware”, “kaaza”... que você pode baixar gratuitamente no site baixaki ou no superdownload.

4- Para qualquer uma das opções, digite o nome da música entre aspas. Ex: “Mais Feliz”. Caso você prefira, pode encontrar o MIDI pelo nome do artista. Ex: “Adriana Calcanhoto”. Alguns site possuem seu próprio sistema de busca.

5- Aqui deixo uma lista de alguns sites com uma grande variedade de MIDIS:

Midis de videogames:

Midis evangélicas:

Midis gaúchas:

6- Depois de encontrar o MIDI desejado, salve-o no seu PC, para isso clique invertido (com o botão direito do mouse) sobre o arquivo e clique em “salvar destino como”.
7- Escolha uma pasta local para salvá-lo.
8- Para transformá-lo em partitura vc precisa ter o Encore (baixe-o aqui no blog). Então siga as instruções do seguinte post: clique aqui.

Se você não sabe o que é MIDI, clique aqui.

Menu

Postagens Recentes

Quem está Online?

Vídeo

Vou sempre colocar aqui algum vídeo musical interessante que eu encontrar no youtube. Esse é o terceiro vídeo que coloco aqui, o The Voca People que estarão aqui em Porto Alegre, direto de Tel Aviv: