♪♪ = CDs com os dias contados?

. quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

LONDRES – Enquanto os consumidores perdem interesse em CDs e se recusam a pagar por alternativas digitais, a indústria da música está à procura de novos aliados, incluindo provedores de Internet, legisladores e até mesmo air guitarists (tangedores de guitarra imaginária) Chineses.

Na última semana, a Federação Internacional da Indústria Fonográfica informou que as vendas mundiais de música digital subiram para $2,9 bilhões no ano passado, de $2,1 bilhões no ano anterior. Aproximadamente, 15% das vendas totais em comparação a 11% no ano anterior e menos que 1% em 2003.

Mas as vendas digitais ainda precisam compensar a queda das vendas de CDs, sendo que as vendas totais de músicas gravadas caíram 10% no ano passado para $17,6 bilhões, segundo estimado pela federação. Uma recuperação da indústria musical ainda está a um ano de distância, informou o presidente da federação, John Kennedy.

Enquanto isso, a indústria de gravação está expandindo sua busca por receita. Há planos para iniciar uma campanha para tornar os provedores de Internet responsáveis por impedir a pirataria através de suas redes, disse o Sr. Kennedy. Estão iniciando um lobby juntamente ao governo americano para reconhecer uma forma de reservar os direitos (copyright) que tem fornecido aos músicos uma firme lealdade na Europa e outros lugares.

O Sr. Kennedy aprovou um acordo feito no ano passado pelo presidente da França, Nicolas Sarkozy, através do qual provedores de serviços de Internet concordaram em fechar a conta de pessoas que insistem em violar os direitos reservados (copyright).

Representantes da indústria tendem a medidas similares em países como Grã-Bretanha e Suécia. Na China, onde a pirataria é descontrolada, a indústria musical considera iniciar um processo contra Baidu.com, o maior provedor de Internet, informou o Sr. Kennedy.

Alguns desenvolvimentos favoreceram a indústria da música na China. Sob um acordo recente, bares de karaokê reconhecem os direitos audiovisuais de vídeos musicais e recolhem taxas.

Fonte: jornal on-line Britânico.

4 comentários:

Corvito disse...

Se um dia os CD's forem extintos, outra mídia ou coisa do tipo vai aparecer, esses caras não conseguem sair perdendo!


Valeu pela notícia! Abraços!


http://losfanfaroes.blogspot.com

Paulo Henrique Pergher disse...

Um bom tema cara!

Infelizmente, por um lado, essa é a realidade. Contudo pouco, acredito, sobra para os músicos da venda de seus CD´s.

A internet por sua vez proporciona uma gigantesca e rápida divulgação.

SouMusic disse...

Brother, axo q vou passar a frequentar seu blog como fonte de informação....
Faço parte de um blog sobre musik tambem... dá uma olhada e comento os textos... v o q axa...

Valeu!!!

http://jukeboxmix.blogspot.com/

SouMusic disse...

Esqci de comentar efetivamente o texto.

Gosto mto de musica e meu sonho é, ou era, já nem sei, ter uma discoteca (o sentido real da palvra)...

Mas, INFELIZMENTE, nunk tive condições de iniciar uma coleção (nem peqna). Por isso, embora reconheça a legitimidade da luta dos artistas, ñ sou contra a copia...

Porra, ñ eh todo mundo q tem 30 ou 4a conto pra pagar num cd. Axo q deveriam ser estudadas outras alternativas.

Mas eh isso... vamos v o q o futur nos reserva!

Valeu!

Menu

Postagens Recentes

Quem está Online?

Vídeo

Vou sempre colocar aqui algum vídeo musical interessante que eu encontrar no youtube. Esse é o terceiro vídeo que coloco aqui, o The Voca People que estarão aqui em Porto Alegre, direto de Tel Aviv:

Arquivo

Contato


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


Pesquise Neste Site

Pesquisa personalizada